Quinta-feira, 25 de Dezembro de 2008

Hoje, como em tanto dias de Natal, acordei com as galinhas. Eram 7h e qualquer coisa. No entanto, não houve o bonito propósito de vir rasgar embrulhos, silenciosamente deixados pelo pai natal, como em tempos que já lá vão. A razão tem o nome técnico de "ressaca natalícia". Sim, o vinho de ontem era bom e escorregava que nem ginjas. E, verdade seja dita, alguém tinha que fazer a festa!

Falta tanta gente no meu Natal, que uma mesa foi quase suficiente para acolher todos os que se juntaram para comer iguaria típicas como camarões tigre fritos, como só o meu pai sabe fazer, corvina no forno e carne de porco frita com ameijoas. Os que nunca mais voltarão a estar no meu Natal deixam saudades e aqueles que estão noutras paragens, ouvimos-lhe a voz para acalmar a distância e aconchegar um bocadinho o coração. Mas não se pode viver do que não temos connosco ou do passado que não voltará nunca a repetir-se, por mais que o Natal seja tão propício a nostalgias.

O que importa é que ontem a minha mesa teve cheia da melhor família do mundo. E interessa ainda mais perceber que nos divertimos muito quando nos juntamos, e então quando a coisa é regada de sangue de Cristo, aquilo funciona ainda melhor. E hoje sinto o coração muito mais cheio do que o estômago, o que por estas alturas é de valor! :)

 

Viva o Natal, viva os camarões, viva a garrafinha de Comenda, viva o Karaoke, e hoje, viva o litro e meio de águinha, da boa!



apoquentado por Béu às 08:16 | linque da apoquentação | mandar pitafe

mais sobre mim
Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


apoquentações fresquinhas

The end

Se a perfeição existe...

Setembro 2011

Every teardrop is a water...

Meia de proposta

Fecha a porta, que faz co...

O meu favorito do mestre ...

Para quem não acredita qu...

Dancing terapia queen

Faz hoje 7 anos

past

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

a gata

alentejo

amizade; morte

analogias

aniversário

balanço

carnaval

coisas

coisas boas

coisas que irritam

comida

crises existenciais

desabafos

férias

filmes

homens

inspira-me

mina

mina a gata

natal

nomes

nostalgia

observações

país

pessoas

primavera; flor

prisão

saudades

signos

sócrátes

testes

trabalho

viagens

todas as tags

os mais espectaculares

Ensaio sobre a bestialida...

E se um dia

Líquidos

Liberdade?

Domingo à tarde

?

Avô Hique

Ode parte I

A sazonalidade

Noites dedilhadas...

linques
blogs SAPO
subscrever feeds