Quinta-feira, 20 de Agosto de 2009

Ora bem, parece que alguém lá do divino me deu a missão de transmitir a palavra, numa área muito importante para o mundo feminino, nomeadamente das mulheres que fazem depilação nas virilhas e não se sentam em sanitas públicas. É este o público alvo do meu post.

 

Eu, que sou uma desbocada, e não tenho problemas de falar em assuntos que fazem parte do quotidiano, por mais que seja um quotidiano que não é propriamente romântico, tenho vindo a partilhar o drama de quem faz a depilação nas virilhas e fica sem pêlos condutores para o xixi.

Nós mulheres, sofremos bastante na ida às casasde banho públicas, fazendo mil e quinhentas acrobacias para não nos sentarmos na sanita, mas ao mesmo tempo acertarmos no buraco. E isto é já suficientemente complexo quando há os tais pelitos para ajudar a direccionar a micção. Quando não os há, é uma tarefa herculiana.

E vivem-se momentos dramáticos, em que se vão repetindo gestos para ver se algum dia, algum deles resulta.

Assim:

.  existe o bambolear da anca, para ver se há algum ângulo mais favorável;

. o controlo da pressão da saída da urina, pois umas vezes parece que a coisa vai mais certinha com mais fluxo, mas outras, a saída suave parece ser a melhor escolha;

. o pegar em papel higiénico e tentar proteger ao máximo as pernas que já vão com o xixi por ali abaixo (no caso de estar de calças, é ainda pior);

. o dizer algumas asneiras, do tipo f***-se, lá está esta m**** a acontecer-me outra vez;

. e no fim, avaliar os danos, ao nível das pernas, das calças, da sanita e nos casos mais graves, do próprio chão!  

 

Sim, todas as pessoas (mulheres) a quem tenho falado desta questão me dizem: "ah também te acontece?! Eu pensava que só me acontecia a mim!" E daí a minha importante missão: Mulheres de todo o mundo, isto acontece-nos a todas!

 

E lanço o apelo a que, se alguém tiver uma ideia de como resolver esta questão, sem ter que voltar ao tufo piloso na virilha, e que também não envolva algálias, ou tena lady, que partilhe com o mundo, porque, parecendo que não, isto transtorna.


cheira-me que estou... missionária
banda sonora do momento men, I feel like a woman!
tags:

apoquentado por Béu às 10:58 | linque da apoquentação

De a 20 de Agosto de 2009 às 11:44
Ah se transtorna!!! Mai nada, vamos espalhar a palavra por esse mundo fora! Vamos criar um grupo de entrajuda. "O meu nome é Joana e mijo fora da bacia"... medo! :)


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


apoquentações fresquinhas

The end

Se a perfeição existe...

Setembro 2011

Every teardrop is a water...

Meia de proposta

Fecha a porta, que faz co...

O meu favorito do mestre ...

Para quem não acredita qu...

Dancing terapia queen

Faz hoje 7 anos

past

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

a gata

alentejo

amizade; morte

analogias

aniversário

balanço

carnaval

coisas

coisas boas

coisas que irritam

comida

crises existenciais

desabafos

férias

filmes

homens

inspira-me

mina

mina a gata

natal

nomes

nostalgia

observações

país

pessoas

primavera; flor

prisão

saudades

signos

sócrátes

testes

trabalho

viagens

todas as tags

os mais espectaculares

Ensaio sobre a bestialida...

E se um dia

Líquidos

Liberdade?

Domingo à tarde

?

Avô Hique

Ode parte I

A sazonalidade

Noites dedilhadas...

linques
blogs SAPO
subscrever feeds